Programa Brasil Caminhoneiro visita a Ceasa Campinas


Últimos Vídeos

11/08/2017
CREDENCIAMENTO N.º 001/2017

09/08/2017
CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 002/2017

04/08/2017
PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2015

ver todas as licitações em andamento.
 
  Pimenta Ornamental

Arbusto, pertence à família Solanaceae, nativa das Américas, perene, de caule lenhoso ou semi-lenhoso, algumas cultivares são anãs e podem variar de 0,15-1,5 metros de altura. Folhas lanceoladas, verdes ou roxas, com nervuras bem marcadas.

Flores brancas ou arroxeadas sem importância ornamental.

Todas as pimentas são ornamentais e mudam de cor à medida que amadurecem, de verde para amarelo, para laranja, para vermelho. Algumas variedades têm fruta roxa que é quase preto. As pimentas dão a impressão de terem sido enceradas devido ao brilho que possuem.

A Capsicum pode produzir frutos por vários meses e até anos, mas isso depende de condições favoráveis, como temperatura, fertilidade e variedade da espécie utilizada.

Através de vários cruzamentos, surgiu a Capsicum annuum, uma planta menor, com mais frutos e mais resistente a pragas.

Embora o nome da espécie annuum significa “anual” (do latim “ano” annus), a planta não é uma anual e na ausência de geadas no inverno podem sobreviver várias temporadas e se transformar em um grande arbusto perene. No entanto, após o primeiro ano, elas perdem um pouco a beleza, enfraquecem, produzem menos frutos e se tornam sensíveis a pragas e doenças. É recomendado fazer o plantio de novas mudas a cada um ou dois anos.

As pimentas são comestíveis, mas a maioria é ardente. O suco pode causar a queima dolorosa dos olhos e da boca. Manter as plantas longe de crianças pequenas e lavar bem as mãos após manusear as pimentas.

Na produção comercial de pimentas, são usados agrotóxicos e até hormônios, recomenda-se não fazer uso culinário na primeira produção.

Pimentas são cultivadas para fins alimentares, medicinais, condimentares e ornamentais.

Usada em jardins, canteiros e vasos (não usar pratinhos). Pode-se misturar diferentes cores e formas dos frutos num mesmo vaso. O resultado é sempre decorativo.

Clima: Tropical, Subtropical, Equatorial, Mediterrâneo, Continental, Temperado. Não toleram temperaturas baixas, geadas e ventos.

Por se tratar de plantas tropicais, em regiões mais frias, a melhor época para seu cultivo é no verão.

Cultivada a sol pleno ou meia sombra (sol da manhã), garantindo um máximo de quatro horas diária de sol.

Deve ser cultivada em solo fértil, profundo, leve, enriquecido com matéria orgânica, drenado e irrigado regularmente.

O substrato mais indicado é uma mistura de: 2 partes de terra, 1 parte de areia e 1 parte de matéria orgânica (húmus de minhoca ou esterco curtido).

Para adubar, usar fertilizante líquido uma vez ao mes. Quando começar a surgir os frutos, usar o fertilizante 2 vezes por mes, entretanto, diluir o fertilizante a metade da quantidade indicada. Se desejar mais frutas do que folhas, evitar fertilizantes ricos em nitrogênio.

Recomenda-se a poda das pimenteiras após a frutificação, para o melhor desenvolvimento dos brotos e consequente a melhora na produção de pimentas.

 

Multiplica-se por sementes e estaquia. As sementes germinam em cerca de 21 dias, a floração ocorre de 40 a 45 dias após ter germinado, os frutos surgem de 50 a 55 dias após a floração. Em locais de temperaturas mais elevadas, o desenvolvimento da pimenta é mais rápido.

 

Autor: http://www.floresefolhagens.com.br/pimenta-ornamental-capsicum/


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital