Projeto social no Ceasa prepara alunos para mercado de trabalho


Últimos Vídeos

18/12/2018
PREGÃO PRESENCIAL Nº 014/2018

13/12/2018
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 007/2018

14/11/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 012/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Calandiva

A calandiva biologicamente é chamada de Híbrido da Kalanchoe blossfeldiana, sendo uma planta com origem na Holanda, da Ilha de Madagascar, mas muito cultivada em diversas regiões do mundo inteiro. Ela não possui um porte grande, não chegando a mais de 25 centímetro de altura. É categorizada como uma flor, muito bela inclusive e pode ser cultivada tanto em ambientes internos como externos.

 

Apesar de ter uma aparência bem delicada, a calandiva é bem resistente. Ela apresenta uma folhagem bem grossa e sempre na cor verde, com as bordas onduladas. As flores da planta sempre aparecem no final do outono e permanecem vivas até o final do inverno e quando começa a primavera, ela já inicia um novo ciclo e as flores brotadas começam a serem trocadas.

 

Aqui no Brasil, dependendo de onde a calandiva vai ser cultivada, ela vai receber diferentes nomes populares sendo os mais comuns a flor da fortuna, kalanchoe e flor do papai. Você também vai encontrar uma diversidade incrível de cores das flores. Elas variam entre o vermelho, o laranja, o amarelo, a rosa e o branco.  As pétalas são bem simples e podem ser duplas ou triplas, dependendo da formação da planta. 

A melhor forma de você cultivar a calandiva é utilizando floreiras ou então bordaduras em jardins. Você pode ainda criar uma diversidade incrível de plantas combinando as cores da espécie ou cultivando uma única cor. Elas reagem bem umas às outras, independente da sua formação. Indicamos claro, a variação de cores para que você tenha um resultado mais alegre e bem colorido, o que vai deixar o seu jardim muito mais bonito.

Todas as plantas precisam de uma certa frequência para regas, pois elas precisam se manter hidratadas principalmente se forem cultivadas em ambientes externos onde existe um contato direto e maior com a luz do sol. No caso da calandiva, o ideal é regar de 2 a 3 vezes por semana nos meses mais quentes e uma vez por semana nos meses mais frios.

 

Autor: O jardineiro


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital