Ceasa Campinas integra rede brasileira de bancos de alimentos


Últimos Vídeos

10/04/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 017/2017

06/04/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2017

06/04/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 002/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
          Notícias

Arrecadação do Banco de Alimentos cresce 30,7% em 2017

A arrecadação do Banco de Alimentos de Campinas cresceu 30,72% no ano passado em relação a 2016. Em todo o ano de 2017, foram recebidos 834.858,80 kg em doações de alimentos, contra um total de 638.631,33 kg em 2016. Se somados os produtos não-alimentícios - como itens de higiene e limpeza, que também são arrecadados pelo Banco -, o crescimento nas doações chega a 49%.

Segundo o gerente do Banco de Alimentos, Osvaldo Vancini, a arrecadação de alimentos do ano passado corresponde, em números absolutos, a um total de R$ 3,6 milhões, número três vezes maior que o investimento de manutenção do Banco, firmado entre a Prefeitura e a Ceasa Campinas.

“O aumento da arrecadação deu-se por uma exposição maior do Banco de Alimentos nos meios de comunicação em geral e, também, aos eventos que ocorreram no município, colaborando com as doações”, disse Vancini. Os produtos mais arrecadados foram: banana, arroz, cebola, repolho, abóbora, tomate e feijão.  

Um dos eventos de destaque no ano passado foi o Dia Nacional da Coleta, em 11 de novembro, data em que o Banco de Alimentos arrecadou quase seis toneladas de produtos em nove pontos de coleta em supermercados de Campinas. Outra arrecadação importante foi a de 3,6 toneladas em produtos doados pelo Espaço Cultural Casa do Lago, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), um parceiro de longa data do Banco.

O Banco Municipal de Alimentos foi fundado em 2003 e atende a mais de 100 entidades beneficentes e cerca de 27 mil pessoas em situação de risco social. É resultado de uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social e Segurança Alimentar de Campinas e a Ceasa. A sede da entidade está localizada dentro da central de abastecimento, que também operacionaliza o Banco. 

É reconhecido como uma referência nacional em segurança alimentar, servindo de modelo para outras prefeituras que pretendem implantar bancos de alimentos. Em outubro do ano passado, o Banco de Alimentos de Campinas recebeu pela segunda vez o Prêmio Josué de Castro de Combate à Fome e à Desnutrição, do Governo do Estado de São Paulo.



Imprimir esta notícia
+ Notícias

Topo

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital