Aula show para os alunos da cozinha Ceasa-USF


Últimos Vídeos

29/06/2018
CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2018

29/06/2018
CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 004/2018

22/06/2018
CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 003/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
          Notícias

Foto Ceasa: fotógrafos iniciam workshops no Mercado de Flores

Dois workshops do projeto “Foto Ceasa - Festival Hercule Florence: exposição, workshop e caminhada” começaram na manhã deste sábado, com a participação de 40 fotógrafos amadores e profissionais, sob a orientação dos professores Touché e Alex Ribeiro, no Mercado de Flores da Ceasa Campinas. Os participantes das oficinas Mercado de Flores e A Cara da Ceasa puderam clicar as flores, plantas e acessórios do maior mercado permanente de flores da América Latina, além de seus personagens, frequentadores e comerciantes. Um terceiro workshop, voltado aos programas sociais do entreposto, terá início na próxima quinta-feira, com mais 20 participantes.

Na abertura das oficinas, os participantes do projeto foram recebidos pelo diretor-presidente da Ceasa, Wander Villalba, que deu as boas-vindas a todos e falou sobre a importância do projeto. “Estamos muito felizes em ter vocês aqui. Esse é um projeto que tem tudo a ver com a nossa proposta de valorizar os produtos e as pessoas que fazem a Ceasa, aproximando cada vez mais a população do entreposto”, disse Villalba.

Esses dois workshops serão realizados aos sábados (14, 21 e 28/4 e 05/5), sempre das 9h às 12h. Os cursos têm uma parte teórica, sobre conceitos de fotografia e da proposta de cada tema abordado. As turmas foram divididas em “salas de aula” no auditório e na antiga sala do centro de ensino de informática do Mercado de Flores. Após a aula teórica, os fotógrafos saem a campo para registrar as imagens.

Todos os 60 fotógrafos foram selecionados pela equipe do Festival Hercule Florence de Fotografia, que realiza o projeto em parceria com a Ceasa Campinas e a Aproccamp (Associação dos Produtores e Comerciantes do Mercado de Flores da Ceasa Campinas). No total, foram registradas 229 inscrições. Uma caminhada fotográfica, com mais 120 participantes, será realizada no dia 12 de maio, data de inauguração da exposição principal, no píer do Mercado de Flores.  

“Estamos abrindo o olhar das pessoas para a diversidade que existe aqui na Ceasa. A receptividade deles (participantes) foi cem por cento. Uma iniciativa muito boa”, comentou o fotógrafo Touché, coordenador do workshop A Cara da Ceasa. “Estamos muito felizes e empolgados com esse projeto, que tem tudo pra ser um sucesso”, disse Alex Ribeiro, orientador da oficina Mercado de Flores.

O fotógrafo Samuel Lorenzetti, de Campinas, também estava empolgado com a oportunidade de clicar o Mercado de Flores da Ceasa. “Achei sensacional fotografar a Ceasa. Eu já conheço aqui e, apesar de o cidadão ter o conhecimento de que existe a Ceasa, acho que não há uma intimidade do público com o espaço, tanto o Mercado de Flores quanto a Ceasa de forma geral. Além disso, acho a temática bem legal, o Mercado de Flores é um universo bastante rico de imagens”, disse.   

O estudante Adriano Avancini Dejong, de apenas 12 anos de idade, é o mais jovem participante do Foto Ceasa. Ele deseja ser um fotógrafo profissional e, por isso, se interessou pelo projeto. “Minha mãe é jornalista e conhece muitos fotógrafos. Ela me deu a dica do festival e aí eu me inscrevi”, disse Adriano.  

É a primeira vez que a Ceasa Campinas é tema do Festival Hercule Florence de Fotografia, realizado anualmente em Campinas e que atrai profissionais de várias regiões do País. A proposta do projeto – que tem a curadoria do fotógrafo Ricardo Lima e projeto do arquiteto Flávio Rolfsen Laurini – é retratar os mercados, personagens e programas sociais do entreposto, com a participação dos fotógrafos Alex Ribeiro, Touché, Felipe Tazzo, Denise Maher e Alexandre Urch, que comandam os workshops.

 

 

Exposição final

O resultado do trabalho das oficinas será uma grande exposição do material obtido, no píer do Mercado de Flores, cuja abertura será feita em 12 de maio, mesmo dia em que será realizada a terceira edição do Ceasa Gourmet, no mesmo local. Imagens de grande porte serão instaladas em módulos elaborados com paletes de madeira recolhidos na própria central de abastecimento.

Outras fotos serão ampliadas em tecido especial e expostas em postes de ruas internas do entreposto. Todo o material ficará exposto na Ceasa por um mês. Parte do material físico permanecerá na empresa depois da exposição. Todo o acervo fotográfico digital resultante do projeto será doado à Ceasa Campinas.

Criado em 2007, o Festival Hercule Florence chega a sua 11ª edição e tem como matriz a invenção isolada da fotografia no Brasil, feita em Campinas, em 1833, por Hercule Florence, considerado o pai da fotografia. Esse fato desencadeou na cidade atitudes fotográficas no percurso dos séculos. Dessa cultura fotográfica, nasceram os grupos de fotografia e o festival, a partir da criação da Semana Hercule Florence. Mais de 120 mil pessoas e 80 fotógrafos brasileiros e estrangeiros já participaram do evento ao longo dos anos.



Imprimir esta notícia
+ Notícias

Topo

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital