Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

18/12/2018
PREGÃO PRESENCIAL Nº 014/2018

13/12/2018
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 007/2018

14/11/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 012/2018

ver todas as licitações em andamento.
 

         Pêssego

O pessegueiro (Prunus pérsica) é originário da Pérsia e da China. Foi introduzido no Brasil por volta de 1532, vindo da Ilha da Madeira, em Portugal. Árvore de crescimento rápido, chega a tingir 5 m de altura, bem esgalhada. O fruto é carnudo com um caroço no centro. O caroço é rugoso e resistente, revelando uma semente oval quando partido. A casca é recoberta por uma leve penugem. Muito saboroso, tanto in natura como em compotas, doces e geléias.

Informações Nutricionais

Contém amigdalina, taninos e óleos essenciais. Os frutos são recomendados como diuréticos e reguladores das funções intestinais.

100 g contêm, em média:


Macrocomponentes Glicídios (g) 9
Proteínas (g) 0
Lipídios (g) 0
Fibras alimentares (g) 2
Vitaminas Vitamina A1 (mg) 54
Vitamina B1 (mg) 17
Vitamina B2 (mg) 41
Vitamina B3 (mg) 1
Vitamina C (mg) 6
Minerais Sódio (mg) 1
Potássio (mg) 197
Cálcio (mg) 5
Fósforo (mg) 12
Ferro (mg) 0
Conteúdo energético (kcal) 40

 

Como Comprar

Dê preferência aos pêssegos de casca firme, mas não dura. Procure os frutos de coloração de fundo creme ou amarelo-avermelhada. Evite os frutos verdes.

Como Conservar

Conservam-se sob refrigeração, sem lavar, embalados em saco de papel por até três dias.

Como Consumir

Pode ser consumido fresco, preferencialmente sem a casca, ou cozido. Em forma de conserva pode ser consumido durante todo ano, mas o conteúdo de vitaminas e minerais é inferior ao do fruto fresco.




Veja também
Alimentação e Saúde
Conheça os Hortifrutis
Padronização
Produtos de época
Previsão do tempo
Cotação do dólar

Topo

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital